Energia número 06

Simbologia:

Número 6 Liberdade e Sensibilidade.
Símbolo: dois triângulos opostos.
Planeta: Vênus
Cor: todas as nuances de azul.
Elemento: ar.
Metal: cobre.
Pedras: esmeralda,safira e turquesa.
Perfume/aroma: canela.
Profissões: médico, enfermeiro, músico, funcionário público, dona-de-casa, decorador de interiores, cozinheiro ou professor.

O que concilia. Harmonia, equilíbrio, verdade e justiça. O seis sintetiza as responsabilidades sociais e familiares.. O seis emana vibrações artísticas e domésticas. Representa a busca de um lar, uma família e uma entrega a sua comunidade. Este número representa a responsabilidade para com os demais, a sociedade e a família.

 

Este número caracteriza pessoas responsáveis, simpáticas, amáveis, artistas, criativas, equilibradas, humanitárias, compreensivas, honestas e fiéis. São pessoas intelectuais, imaginativas e sempre estão procurando ser perfeccionistas. São atenciosos com a família, nas relações amorosas e adoram ter responsabilidade. Deseja casar-se, ter um companheiro, uma família. Emanam vibrações artísticas e domésticas. Buscam um lar feliz e o sentir-se útil a uma comunidade. A pessoa de personalidade 6 é passional e humanista. Com uma grande necessidade de ajudar os outros, ela pode até se sacrificar pelos que ama. Carinhosa, compreensiva, meiga, responsável. Meiga, querida por todos e muito apegada à família. Adora a companhia dos pais, dos avós, ter amigos e receber visitas.

 

Desde pequena, já se mostra uma excelente anfitriã. E para isso, faz questão de uma casa bonita e confortável. Solidária, empresta ou dá, com prazer. Sensível, em um ambiente mais tenso, pode se deprimir e chorar. Normalmente tolerante, torna-se muito teimosa quando contrariada. Movida a elogios, precisa do seu apoio e incentivo. É ativa, inquieta, pensa rápido e gosta de variedade. Não gosta de rotina, prefere tudo o que é novo. Assume mil responsabilidades ao mesmo tempo. E apesar de sobrecarregada, saberá dar conta de tudo. Sem reclamar ou pedir ajuda

 

Sexualmente aparentemente é passiva mas procura agradar sempre o parceiro. Pode se tornar dominadora e possessiva se sentir-se insegura em relação aos seus sentimentos.

 

Dica:Valorize sua capacidade de ser solidário, de partilhar, mas não deixe de lhe apontar os limites.

 

Características positivas: espírito conciliador, generosidade, estabilidade, idealismo, preocupação com o lar, a comunidade, companheirismo,equilíbrio, justiça.

 

Características negativas: acomodação, espírito de mártir, complicações no casamento, cobranças excessivas, ciúmes, ressentimento, dificuldade em aceitar a realidade.

 

Missão a cumprir: aprender a aceitar as coisas como são. Cuidar da relação sem ciúmes, buscar o equilíbrio antes da perfeição.

Fonte : planetaesoterico.com.br

Energia número 09

Simbologia:

Número 9 Inspiração
Símbolo: três triângulos.
Planeta: Marte
Cores: vermelho e branco.
Elemento: ar.
Metal: ferro.
Pedras: granada e ágata.
Perfume/aroma: mel.
Profissões: médico, enfermeiro, advogado, escritor, ator, dançarino, ou realizando trabalhos com a comunidade e filantrópicos.

O número 9 é o final de um ciclo e começo de outro. Este número está associado ao altruísmo, a fraternidade e espiritualidade. O que compreende. Palavra chave: Realização, universalidade, abnegação, compaixão. O nove representa a realização total do homem com todas as suas aspirações atendidas e seus desejos satisfeitos. Ele é capaz de dedicar-se ao amor universal, incondicional por tudo e por todos. Busca a perfeição. Este número representa a mais alta forma do amor universal. É o número da grande sabedoria e poder espiritual, já que contém a experiência de todos os números anteriores. Representa a plenitude espiritual. Associa-se à totalidade e à conclusão.

 

Este número caracteriza pessoas humanitárias, criativas, solidárias, artistas, com feição para a escrita, românticas, animadas, simpáticas, persistentes, generosas e sentimentalistas. Contudo, também são possessivas, têm uma excessiva adoração pela sua pessoa e são consumistas desmedidas. São pessoas que se preocupam com outras pessoas e seus direitos. Possuem muitos talentos, fazem de tudo para alcançar seus objetivos, mas nunca tiram vantagem de seu sucesso. Otimista, carismática e cheia de vitalidade, a pessoa de personalidade 9 aparenta ter gênio forte, mas na verdade é muito compreensiva e generosa. Elogia tudo que é bem feito, mas não esconde o que sente quanto à incompetência ou preguiça.

 

Tida como a grande irmã da humanidade, percebe, como ninguém, as necessidades do outro e está sempre pronta a ajudar. Comunicativa, vive rodeada de amigos. Mas não tem muito critério para escolhê-los, o que pode lhe trazer algumas decepções. Com os menores, assume funções de conselheira e protetora. Todos esperam muito de você. É tolerante e compreensível. Mas em compensação é um pouco indelicada. Precisa de espaço, adora novidades e sonha em descobrir o mundo.

 

Quando apaixonada se torna dócil e passa a ser uma grande amante.

 

Dica:Deixe que ele assuma as próprias responsabilidades, acreditando na sua capacidade de realizá-las. E não diga nunca que não confia nele.

 

Características positivas: amor universal, paciência, tolerância, fé, generosidade.

 

Características negativas: sacrifício, fracasso, solidão, decepção, fanatismo.

 

Missão a cumprir:Ter em mente que a finalidade do ser humano é desenvolver o amor universal, a compreensão e a compaixão.

 

Fonte : planetaesoterico.com.br

Inteligência Emocional

Sobre inteligência emocional.

O Desafio de Aristóteles

Qualquer um pode zangar-se isso é fácil. Mas zangar-se com a pessoa certa, na medida certa, na
hora certa, pelo motivo certo e da maneira certa não é fácil.

Esse é o primeiro parágrafo do livro Inteligencia Emocional de Daniel Goleman.

Se eu pudesse sintetizar esse assunto diria simplesmente que, inteligência emocional é arte de controlar as reações sobre o nosso comportamento perante nossas emoções.

Inteligência emocional é um conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.

O fato é que só conseguiremos estabelecer o início da compreensão de nossas emoções, quando trazemos para nossa consciência que de fato queremos administrar essas emoções.

Como fazer isso ? Após essa constatação, precisamos iniciar por uma autodisciplina, pois a vontade é extremamente importante nesse processo. Comece com a vigília nos pequenos detalhes, como deixar um carro passar na sua frente ou não buzinar para o carro da sua frente, se ele demora a sair quando o sinal abre. Agora se você já faz dessa forma, parabéns, já está no caminho. Outro passo importante, enfrente seus medos, se tem medo de falar em público, comece falando de um assunto que tenha domínio, para poucas pessoas, vá aumentando o nível gradativamente. Outra dica é lembrar dos últimos desentendimentos que teve com vizinhos, filhos ou cônjuges e pensar em como, talvez teria sido diferente se você se posicionasse de outra forma. Na verdade é testando nosso comportamento que vamos nos aprimorando  cada vez mais. Poderia dar mais alguns exemplos, porém ficaria cansativo.

Podemos medir a nossa inteligência emocional a todo momento, basta pararmos e nos percebermos.

Aprender a lidar com o medo, com a raiva, com a tristeza e com as decepções é também o que nos torna pessoas com alto nível de resiliência. Na verdade esses dois assuntos estão intimamente ligados.

 

 

A Biopsicanalise

A função da Biopsicanálise é ser uma ferramenta de autoconhecimento  para que possamos nos conhecer, nos compreender, identificar quais são nossas dores emocionais, saber olhar para elas, compreender como e em que circunstâncias elas doem, descobrir a origem de nossas dores e resignificá-las de forma a ter uma vida emocionalmente feliz.

O que é uma vida emocionalmente feliz?
Conseguir amar e produzir de forma satisfatória para si mesmo.

A diferença entre:

  • Psicologia: Estudo da mente (Psi=mente). Estuda comportamentos humanos “normais” ou “anormais”. Trata do consciente momentâneo do indivíduo.
  • Psiquiatria: Área da medicina especializada no tratamento de doenças e distúrbios mentais. Apenas o psiquiatra pode receitar medicamentos.
  • Psicanálise: Terapia que trata o sofrimento psíquico (individual e intransferível) do indivíduo. Trabalha com o inconsciente identificando o porquê do consciente. Não existe certo ou errado e nem normal ou anormal.

Biopsicanálise.

É a psicanálise considerando o ser humano na sua completude enquanto espírito. Enquanto a psicanálise tradicional trata apenas do indivíduo sentado à sua frente na Biospicanálise compreende que o indivíduo possui uma alma que tudo sabe e considera seus 7 corpos:

1-      Corpo átmico
Eu superior 2-      Corpo búdico
3-       Corpo mental ou superior abstrato
4-      Corpo mental concreto ou mental inferior
Eu inferior 5-      Corpo astral ou emocional
6-      Duplo etérico ou vital ou energético
7-      Corpo físico

A velocidade no desenrolar das questões do indivíduo tanto na biopsicanálise quanto da psicanálise depende da condição que a pessoa  se encontra para lidar com as suas “dores” na alma.

Na Biopsicanálise se necessário entramos com técnicas terapêuticas que auxiliam no processo doloroso sem ferir o processo de autoconhecimento do Cliente/Paciente.

As técnicas auxiliares que podem vir a ser utilizadas são:

Imantoterapia: pode ser utilizado para harmonizar o Cliente/Paciente se o mesmo tiver ficado muito sensibilizado por alguma questão que trouxe em suas sessões.

RIC (Renovação da Informação Celular): Trata bloqueios energéticos no nosso corpo físico e emocional, gerados devido a traumas emocionais que ficam com suas memórias enraizadas em nosso corpo físico. Ex.: toda vez que passamos por alguma situação semelhante todas as células do nosso corpo reagem da forma que já estavam acostumada a reagir para aquele tipo de situação devido a memória celular e dessa forma  não conseguimos nos livrar de emoções que não nos fazem bem.

Biodual: Técnica que auxilia o cérebro a processar fatos traumáticos que na ocasião a pessoa sequer conseguiu compreender devido a dor emocional gerada na ocasião. Com essa técnica a pessoa consegue compreender na completude a situação traumática de forma a perceber os detalhes despercebidos de quando ocorreu sem reviver mais a dor que possuía da situação.

– EFT:  É um método terapêutico que pode ser usado na clínica ou auto aplicado e que foi criado para eliminar as intensidades emocionais negativas que criam sintomas e incômodos, nos impedindo de viver com saúde, qualidade de vida, harmonia e paz interior.

CIRCULO DA VIDA : ( http://biopsicanalise.com.br/blog/?p=139&preview=true )

TARÔ: ( http://biopsicanalise.com.br/blog/taro-terapeutico )

O uso dessas técnicas auxiliam a evolução do Cliente/Paciente nas suas sessões de biopsicanálise, pois com dor emocional aliviada a pessoa consegue olhar para a questão e se compreender melhor com relação aos fatos ocorridos e dessa forma seguir no seu processo de autoconhecimento.

Como funciona uma sessão de Biopsicanálise?

Inicialmente tem-se uma primeira sessão chamada de entrevista entre o Cliente/Paciente e o Biopsicanalista onde a pessoa leva o motivo que a fez procurar por biopsicanálise e o biopsicanalista conduz a conversa para começar a conhecer seu Cliente/Paciente.

Essa sessão serve para que o cliente veja se sentiu afinidade com o biopsicanalista para se abrir e o profissional conhecer seu cliente.

A partir daí continua as demais sessões onde o Cliente/Paciente vai trazendo as questões que deseja colocar para tratar. A função do biopsicanalista é conduzi lo no seu processo de autoconhecimento, portanto o biopsicanalista nunca dirá sua opinião pessoal para uma questão, pois para psicanálise e biopsicanálise não existe certo ou errado, normal ou anormal. Existe sim a realidade percebida pelo Cliente/Paciente.

O biopsicanalista irá fazer pontuações, conforme ele vai trazendo suas questões para que o Cliente/Paciente comece a perceber melhor suas próprias colocações e a partir daí perceber como se sente e se porta diante de sua vida.

A técnica mais utilizada pelo biopsicanalista é a escuta analítica (onde percebe os detalhes de tudo o que o Cliente/Paciente diz e como) e atenção flutuante (onde o biopsicanalista consegue perceber o que o Cliente/Paciente diz de formas diferentes em circunstâncias diferentes).

No entanto existem diversos recursos que podem ser utilizados tanto numa sessão de biopsicanálise quanto de psicanálise.

Podemos usar diversos recursos manuais para que o Cliente/Paciente faça um trabalho para colocar para forma de forma simbólica suas emoções, pois muitas vezes é muito difícil transformar em palavras o que sequer sabemos que sentimos. Essas técnicas trazem um grande resultado.

O material a ser utilizado para essa expressão simbólica é o mais variado possível e pode variar tanto de uso de giz de cera, lápis de cor, fitas, a uso  de baralho cigano, taro mitológico a solicitar que a pessoa escreva uma redação (nos casos de pessoas que adoram ler e escrever).

Com pessoas que gostam de baralhos de uma forma geral o uso de taro mitológico de baralho cigano são ferramentas interessantes que podem ser utilizadas.

Com o uso desses materiais a pessoa consegue expressar a emoção que sente contornando sua dor emocional.